• Dra. Léa Mara Moraes

O cuidado com as mamas e o câncer de mama

Neste Outubro Rosa, a saúde da mulher e o câncer de mama são assuntos em destaque.

Por isso, aproveito este espaço no meu blog para compartilhar um conteúdo organizado pelo INCA – Instituto Nacional do Câncer. Assim minhas pacientes e outras mulheres podem se informar para cuidar melhor da saúde.



O Câncer de Mama no Brasil


O câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres no país, representando cerca de 25% de todos os casos de câncer que afetam o sexo feminino.



Principais Sintomas


· Caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor.


· Pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja.


· Alterações no bico do peito (mamilo).


· Saída espontânea de líquido de um dos mamilos.


· Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou axilas.



Fatores de Risco


Não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos agentes estão relacionados ao desenvolvimento da doença entre as mulheres, como envelhecimento (quanto mais idade, maior o risco de se ter a doença). Além disso, há fatores relacionados à vida reprodutiva da mulher, como idade da primeira menstruação, ter tido ou não filhos, ter ou não amamentado e a idade em que entrou na menopausa.


Outros fatores de risco são: histórico familiar de vários casos de câncer de mama ou de câncer de ovário, consumo de bebida alcoólica, excesso de peso, atividade física insuficiente, dentre outros.



Prevenção


Se por um lado há fatores de risco, por outro há também fatores protetores, como manutenção do peso corporal adequado, prática de atividade física e alimentação rica em vegetais. Além disso, amamentação também é considerada um fator protetor.


Estima-se que esses fatores reduzem em 28% o número de casos de câncer no Brasil.



Controle do Câncer de Mama


É fundamental que as mulheres fiquem alertas a qualquer alteração suspeita nas mamas.


Olhe, sinta e apalpe suas mamas no dia a dia para identificar alterações suspeitas. Além disso, também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam mamografia de rastreamento a cada dois anos. As mulheres devem ser informadas sobre benefícios e riscos desse exame.



EM CASO DE ALTERAÇÕES SUSPEITAS NAS MAMAS, PROCURE UM SERVIÇO DE SAÚDE


Fonte: https://www.inca.gov.br

Consultório

Segunda a Sexta-Feira

10h às 16h

Rua Mamoré, 479 - Mercês

80510-362 - Curitiba - PR

Clínicas

Lipoplastic

Los Angeles

  • Facebook - Círculo Branco

Convênios

UNIMED
SULAMÉRICA
GEAP 
ITAIPU