• Dra. Léa Mara Moraes

Corrigindo a Diástase Abdominal com Cirurgia Plástica

Você sabe o que é a Diástase Abdominal? Confira o texto da Dra. Léa Mara Moraes e veja como é possível tratar esse problema que deixa a região do abdome projetada para fora.





Quando as pessoas buscam uma maneira de melhorar a aparência do abdome, quase sempre elas pensam na lipoaspiração. Mas não é só a lipo que pode ser necessária para corrigir a estética do abdome.


Ao se avaliar a região, a flacidez da pele e a musculatura também devem ser levadas em conta para se identificar as possíveis causas das alterações de aparência. Um dos problemas que podem intensificar a projeção do abdome é a chamada “diástase dos músculos retos abdominais”. Você já ouviu falar dela?


Como ocorre a Diástase Abdominal?


Na parte anterior do abdome, temos 2 músculos longitudinais, chamados de músculos retos abdominais. Esses dois músculos são unidos na linha média (no meio do abdome) por uma estrutura inelástica chamada fáscia.

Quando o abdome é distendido, seja durante gravidez ou com o ganho excessivo de peso, essa fáscia se “alarga”. Quando o abdome volta ao normal, a fáscia não volta a ter a mesma largura, e os músculos ficam mais separados, não sustentando tão bem o conteúdo intra-abdominal.


Há também pessoas que têm a diástase dos músculos retos abdominais por fatores genéticos, sendo esta situação mais comum em homens.


Recuperando a aparência do abdome com cirurgia plástica


A correção da diástase é estritamente cirúrgica, pois é através de pontos unindo os dois músculos que a diástase é corrigida. Exercícios físicos podem melhorar o tônus da musculatura abdominal mas, infelizmente, não melhoram a diástase em si.


Na abdominoplastia, retira-se o excesso de pele da região abdominal (flacidez) e corrige-se a diástase. Mas a diástase também pode ser corrigida através da mini-abdominoplastia, que deixa uma cicatriz menor. Porém, não é todo abdome que pode ser corrigido através da mini-abdominoplastia, pois o procedimento não ajusta muito a flacidez de pele.


A Diástase nos Homens


Homens também podem necessitar de uma correção de diástase, e não só de lipoaspiração, para obter uma melhor correção da projeção do abdome. Mas, desde que não tenha um conteúdo abdominal (gordura visceral) excessivo. Nesse caso, a correção da diástase pode deslocar o conteúdo intra-abdominal contra o diafragma, podendo dificultar a respiração.


Dra. Léa Mara Moraes, cirurgiã plástica

CRM-PR 10.492

RQE Nº: 4410 (CIRURGIA PLÁSTICA)

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica


IMPORTANTE: se você deseja se submeter à alguma cirurgia plástica, lembre-se que para a sua segurança a recomendação é a de sempre procurar por médicos certificados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica